Follow my blog with Bloglovin

Olá! Quanto tempo 🙂 O art attack de hoje é a confecção de um thigh chain! Também conhecido como leg chain, ou colar de perna (vi esse termo no Google o_O), o thigh chain é um ornamento, derivação do body chain (este usado na parte do tronco), e usado na parte da coxa, sob ou sobre a roupa.

Não é um tutorial difícil, nem caro (as correntes foram os itens mais caros), porém, como todo DIY, requer um pouco de paciência. O nível é iniciante/intermediário, e uma máquina de costura pode auxiliar no processo.

Mais uma vez, o post vai ficar extenso em comparação ao processo de execução do thigh (é bem rapidinho de fazer!), mas vou dar várias dicas pra ele sair certinho 😀

divul face blog

Materiais necessários:

Elástico (o suficiente para envolver o diâmetro da sua coxa, sem ficar apertado) ou liga – correntes (eu usei por volta de 1,5m), pingentes e o que você quiser utilizar para decorar – alicates argolinhas/elos de bijuteria tesoura linha na cor do elástico agulha alfinetes fita métrica ou régua alfinetes de segurança (opcional).

materiais

O elástico pode ter qualquer espessura?” Poder, pode, é você quem está fazendo. Mas o ideal é manter uma proporção: lembre-se que você vai pendurar alguns adornos, então depende do que vai ser pendurado, o quão pesado é – quanto mais pesado, maior a largura do elástico (para não “escorregar” pela perna). A espessura da perna também deve ser considerada, quanto mais grossa, mais largo também.

 

1. Posicione o elástico em volta da coxa, e prenda com um alfinete, depois que estiver confortável. Corte o excesso, mas deixe alguns centímetros a mais para o acabamento.

A altura depende da intenção pretendida de uso. Eu fiz o meu para ser usado sob shorts ou saias, apenas com as correntes à mostra, então posicionei na parte mais grossa da perna, bem alto.

Não deixe muito agarrado para não prender a circulação sanguínea. Pode marcar algum excesso de gostosura (vulgo gordurinhas) se ficar muito apertado também, vai marcar na roupa e perder o efeito. “Tá, mas o que eu faço para não cair nem ficar muito apertado?” Tem que ir ajustando, não tem jeito. Uma boa dica é prender com alfinete e andar pela casa, isso inclui sentar para ver se está confortável (a espessura da perna muda de tamanho ao sentar, pelo menos a minha), e também posicionar a roupa por cima (se essa for a intenção), para ver se o elástico marca na roupa.

Passo1

 

2. Tire o elástico da perna com cuidado, e costure. A junção será a parte de trás.

Deixe as pontas sobrepassadas, assim o acabamento fica mais discreto, e caso depois você queira ajustar, fica mais fácil. Eu passei três costuras duplas, uma em cada ponta do elástico, e uma no meio, mantendo a pressão que estava no elástico, devido à espessura da coxa (pressão mantida pelo alfinete). Essa pressão depende do tamanho da perna, e o acessório fica melhor caso não seja ignorada (os pontos podem ficar frouxos ou justos ao vestir, se o elástico estiver “em repouso” na hora da costura). Pode passar na máquina reta mesmo, se não tiver, uns pontinhos à mão resolvem. Não indico cola, porque julgo cola e elástico como uma combinação arriscada.

passo2 1 passo2

 

3. Posicione alfinetes para marcar o início da decoração.

Para ficar mais fácil, vista o elástico novamente e posicione alfinetes (ou marque com giz de tecido) onde a decoração irá começar. Depois, tire e compare as marcações com a fita métrica ou a régua, para dar um acabamento simétrico (se for o desejado).

Passo 3

 

4. Use os alfinetes de segurança para simular onde se iniciará cada corrente, e coloque uma argolinha em cada extremidade da corrente. Passe o alfinete de segurança pela argolinha.

Essa etapa é uma das mais confusas. Outra dica é fazer um esboço do desenho que você quer que o thigh tenha: mais estático, mais solto, só na frente, na perna toda… Para designs mais estáticos e simétricos, medir o comprimento da corrente é o mais indicado (e isso inclui contar elos, se for necessário). É legal lembrar também que as correntes fazem formatos circulares quando são penduradas, se você quer mais pontiagudo (triângulos ou losangos, por exemplo), tem que juntar os elos, ou pendurar algum adorno para fazer peso, e a simetria é essencial.

O alfinete também pode ser usado para delimitar onde é o meio da corrente, por exemplo (foi o que fiz).

Passo4

passo4 2

 

5. Posicione onde ficará cada argolinha, e a costure no elástico.

Apenas vários pontinhos ao redor da argolinha já são suficientes. Além disso, coloquei duas argolinhas na extremidade da corrente, para não existir o risco de soltar.

Passo5

 

E tcharan, está pronto! 🙂

tcharan

As possibilidades de design são infinitas! Misturar espessuras de correntes, adicionar pingentes, utilizar elástico estampado… Fica a seu critério 🙂 Ah, cabe lembrar que é um acessório bem diferente, e acaba chamando a atenção – é bom para aquela produção matadora elaborada, ou simplesmente o acessório que rouba a atenção ou dá um upgrade em um look mais simples.

Usei para o Odin’s Krieger Fest, que aconteceu no Clash Club, em São Paulo, no dia 14/05 🙂

Look do Odin's (resolução do celular, sorry :l )

Look do Odin’s (resolução do celular, sorry :l )

Espero que vocês tenham gostado! Gostaria muito de ver o resultado de quem tentar… Vocês fariam essa gentileza? 🙂

bcrown

Facebooktwittergoogle_plusmail
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagrammail

6 Comentários

  1. adorei e parece ser super fácil de fazer!

  2. Vou fazer no meu short, adorei a dica beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Just an anti-spam :D *